China | Planejando a Viagem

  • Visto Chinês: Para conhecer a China nós, brasileiros precisamos de um visto chinês, que no caso de turismo é emitido o visto “L”. Para solicitá-lo, é necessário possuir passaporte com validade mínima de seis meses e preencher o formulário disponível no site do Consulado com foto recente em fundo branco. Entre os documentos exigidos estão os sobre itinerário, como reserva do hotel e passagem aérea de ida e volta, ou carta-convite emitida por indivíduo residente na China. Para mais informações acesse o site do Consulado da China. Se você quiser visitar Macau e Hong Kong é bom lembrar que as duas cidades são consideradas administrativas e, se resolver visitá-las, você está saindo do território chinês assim, precisa do visto chinês de duas entradas ou mais, de acordo com a sua necessidade. Por outro lado, se você resolver visitar apenas Macau e Hong Kong, não é preciso ter visto chinês. Outra opção interessante para quem estiver passando pela China através de uma conexão é o visto de trânsito, ele é mais simples, feito no aeroporto mesmo e é aplicado em algumas cidades por 72 horas e em outras por 144 horas. Antes de viajar confirme se o aeroporto que você chegará aceita esse tipo de visto e quais as especificações para ser aplicado nessa categoria.

lingua ideograma

  • Períodos de feriadões: Ao programar a viagem para a China é bom saber as datas dos feriadões chineses e evitá-las de vir para cá nessas épocas, afinal, esse é o país mais populoso do mundo e nessas épocas todos os chineses viajam, passagens aéreas e de qualquer transporte ficam concorridas assim como os hotéis. Os aeroportos, estações de trem, metrô e os lugares turísticos ficam lotados, as filas ficam imensas e alguns lugares fecham em datas especificas. Os chineses trabalham praticamente de domingo a domingo, então esses feriadões são muito importantes pois é o momento que todos param para viajar ou reunir a família. O feriadão mais importante na China é o Ano Novo Chinês, ele é lunar e assim, muda a data cada ano, mas geralmente acontece entre janeiro e fevereiro. O feriadão todo dura em torno de 10 dias, e é o período de maior migração do mundo, pois todos os chineses viajam para sua terra natal e reunem a família, os destinos mais populares são Pequim, Xangai e Guangzhou. O segundo feriadão do ano acontece na primeira semana de outubro, é a Golden Week, uma semana inteira para celebrar a fundação da República Popular da China, quando o país deixou de ser governado pelo imperador e a partir de então é governado por um presidente. 
DCIM100GOPROGOPR0244.JPG
Templo budista em Shanghai durante a Golden Week 2017
  • Estações do ano: Eu moro no norte da China próximo de Pequim, e aqui temos as quatro estações bem definidas, o inverno é bem frio e o verão é bem quente! O tempo é praticamente seco em quase todo o ano, mas no verão as monções causam muita chuva, principalmente no sul do país. No inverno são registradas temperaturas negativas chegando nevar em alguns dias do ano, e no verão as temperaturas chegam a 40 °C, com sensação térmica de até 50 °C. Acredito que as cidades mais no sul do país tem um clima mais parecido com o do Brasil e sempre mais quente do que aqui, mas aconselho escolher os períodos de primavera (março, abril e maio) e outono (setembro, outubro e novembro) para aproveitar melhor os dias por aqui, e por isso esses períodos são a alta temporada de turismo na China.

estacoes

  • Segurança: A melhor parte de viver aqui com certeza é a segurança, não existe violência nem assaltos porque o país é muito severo com quem não cumpre a lei. Moramos em uma cidade menor e aqui a taxa desse tipo de coisa é zero, os chineses deixam carteiras, bolsas e malas sozinhas em qualquer lugar sem a menor preocupação, fico chocada vendo isso pois mesmo sabendo que não acontecerá nada, meu lado brasileiro sempre fala mais alto! Em cidades maiores como Pequim e Xangai é preciso ficar esperto com os oportunistas, mãos leves que levam as coisas sem o dono nem perceber, e eles costumam se aproveitar dos lugares lotados e do fato de sermos estrangeiros.
  • Internet: Antes de vir para qualquer lugar da China é bom saber que a internet é bloqueada em todo país e só conseguimos acessar Google, emails, Facebook, Instagram e vários outros sites através de um aplicativo de VNP (Virtual Private Network), ele permite acessar a Internet como se estivéssemos em outros países e assim conseguimos acessar todos os sites e aplicativos que precisamos. Se você pretende vir pra China, baixe um app de VPN antes de chegar aqui, tem várias opções gratuitas que vai possibilitar acessar aplicativos de mapas ou de tradução, que são  indispensáveis para sobrevivência na China!

parque chines

  • Língua e comunicação: A língua oficial da China é o mandarim, ela é a língua mais falada no planeta pois aproximadamente um quinto dos habitantes da Terra fala o chinês como língua materna. Em cidades maiores como Pequim, Xangai e muitas outras é mais fácil encontrar pessoas que falam inglês, facilitando muito a comunicação. Mesmo assim em alguns casos, encontramos pessoas que não falam inglês nem consegue lê-lo, então, sempre que possível procure o endereço do hotel e os lugares que deseja ir em mandarim que facilita na hora de mostrar para um taxista, por exemplo. Ah! E tenha sempre um aplicativo de tradução para mandarim na mão. 

lingua ideograma2

Fotografias: Artur de Melo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: